MODELO DE GOVERNANÇA ÁGIL E ENXUTA

Conheça uma abordagem de alto desempenho para a contratação, execução, gestão e governança de times de produtos de software.

3. Temas Estratégicos

Contextos de negócio e tecnologia

Adotaremos aqui o rótulo Tema Estratégico como a representação de um conjunto coeso de requisitos de negócio em alto nível, o qual é envolvido num contexto genérico de uma arquitetura e suas respectivas tecnologias predominantes.

Basicamente, o Tema Estratégico serve para segmentarmos e acompanharmos os investimentos realizados pela organização em relação ao negócio e produtos correlacionados, algo como sub portfólio. Seu objetivo é conceder foco à agilidade de negócios – onde a solução de negócio é mais importante do que a solução sistêmica – e possibilitar a gestão financeira sobre investimentos e despesas.

Sendo assim, minimamente, um tema deve compreender as seguintes informações:

  1. Nome do Tema Estratégico
  2. Contexto de Negócio, envolvendo ‘Setores/ Áreas de Negócio’ e ‘Requisitos de Negócio’ (alto nível)
  3. Contexto Tecnológico, envolvendo ‘Plataformas’, ‘Tipos de Sistema’, ‘Tecnologias’ e ‘Produtividade de Referência’ (com base em benchmarking)

O conjunto de vários temas estratégicos, por serem análogos aos sub-portfólios, representam, portanto, vários assuntos de negócio distintos correlacionados; ou seja, configuram, juntos, um Portfólio (o que tipicamente é também rotulado no GlassBox como “Operação de Software”).

Observa-se que uma empresa pode ter mais de um Portfólio, por inúmeras razões… ou seja, pode possuir mais de uma Operação de Software. São exemplos, as empresas que segregam operações ágeis e híbridas, utilizando a abordagem “bimodal“.

3.1. Portfólio e Temas

Como citado anteriormente, o Portfólio fornece uma visão completa sobre a operação, assim como de todos os Temas Estratégicos vinculados. Desta forma, os temas configuram subdivisões especializadas desta visão maior, ou seja, equivalem à sub portfólios (os quais são definidos por assuntos).

Perceba assim, que dentro de uma classificação de Tema Estratégico podemos ter diferentes equipes de desenvolvimento trabalhando, e isso é o que chamaremos Equipes Temáticas. Elas são definidas como equipes responsáveis por um produto, um conjunto de produtos ou mesmo, por divisões de negócio específicas.

Em geral, o Tema Estratégico é acompanhado por um Product Manager (PM) ou por um ou mais Product Owners (PO); onde cada equipe, é formada por um PO e obviamente, um time de desenvolvimento, que pode ou não agregar pessoas que não são propriamente desenvolvedores.

3.2. Equipes Temáticas

O Tema Estratégico (assunto) é desenvolvido e mantido através do trabalho de equipes, as quais chamaremos ‘Equipes Temáticas’.

Equipes temáticas são, portanto, equipes de alto desempenho que possuem foco em um ou mais produtos correlacionados em termos do seu contexto de negócio (e na maioria das vezes, também no de tecnologia); observando-se que nem sempre um único produto justifica a alocação de um time dedicado para o seu desenvolvimento, evolução e manutenção.

Cada equipe atua de forma dedicada (isso não impede que ocorram trocas temporárias de pessoas entre times), e em síntese, é formada por um conjunto de desenvolvedores, e, no mínimo, um representante do negócio (PO) e alguém responsável pela cultura, fluxo, padrão mínimo e métricas associadas (tipicamente, um Scrum MasterAgile Master ou outro papel afim, seja ele totalmente dedicado ou não a um time específico).